Contabilidade

Micro empresa precisa de contador?

Micro empresa precisa de contador?

As micro empresas são uma modalidade de tipo societário indicado para empresas que não tem um porte muito elevado. A receita bruta máxima que uma empresa pode ter para ser enquadrada no tipo societário é de R$360.000,00. Por conta do baixo valor, muitas pessoas que aderem a essa modalidade questionam se a sua micro empresa precisa de contador.

A resposta varia muito do segmento, e do tipo de imposto que o negócio deve pagar. O mais indicado é que sim, se proceda com a contratação de um contador, não só para pagar a contribuição mensal devida. Mas também para auxiliar o empresário em todas as etapas e fases pelas quais a empresa passa.

Micro empresa precisa de contador para ser aberta?

Não necessariamente. O empresário pode abrir a sua micro empresa sozinho, não há dúvidas quanto isso. Entretanto o auxílio do profissional no momento de aberto é um dos principais pontos que definem se a empresa vai ou não começar com o pé direito.

Isso ocorre, porque o processo de abertura de uma micro empresa é bastante complexo. Existem muitas etapas que devem ser feitas em locais diferentes, com documentação apropriada e conhecimentos técnicos de termos e circunstâncias especiais.

Muitas vezes o tipo de micro empresa não é o ideal para empresa, pode ser que o seu faturamento ultrapasse o limite, ou até mesmo que a sua área não esteja enquadrada nas permitidas. Caso o empresário não tenha esse conhecimento, a abertura do negócio pode atrasar e enfrentar diversos obstáculos.

A partir disso, o profissional da área de contabilidade pode auxiliar o proprietário do negócio em diversos aspectos da abertura da empresa, como:

  • Definição do tipo societário;
  • Definição do capital social;
  • Identificação da atividade;
  • Regime de tributação;
  • Abertura na receita federal, na junta comercial e no município;
  • Auxílio para a emissão de notas fiscais; entre outros.

Todos esses aspectos precisam ser de conhecimento do proprietário da empresa para que ela possa ser aberta de maneira regular. Caso algum desses aspectos passe despercebido ou contenha um erro no momento da abertura, a empresa já começa a atuar com irregularidades. Fator este que poderia ser facilmente sanado, caso houvesse o auxílio de um contador desde o princípio.

Tipo de definições societárias

O profissional da contabilidade também pode auxiliar os empresários a escolher a melhor definição societária para a sua empresa. Entre as possíveis escolhas estão:

  • Sociedade empresária;
  • Empresa individual de responsabilidade limitada.
  • Sociedade simples.

Cada uma dessas definições societárias contam com características diferentes, bem como modos de gestão e administração que variam muito. A partir disso, é papel do contador indicar a melhor opção para que o empresário possa dar andamento ao seu negócio da melhor maneira possível.

Micro empresa precisa de contador?

Pagamento dos impostos devidos

A lei define que o micro empreendedor pode escolher entre diferentes regimes tributários: O simples nacional, o de lucro real, ou ainda o de lucro presumido. A partir dessa escolha é que se pode analisar os impostos devidos pela empresa.

Para escolher o regime tributário mais adequado e mais benéfico financeiramente para a empresa, o ideal é que se conte com um profissional da área de contabilidade. Somente ele poderá indicar a partir de simulações, a forma mais interessante para a empresa pagar seus impostos.

Em termos de diferenciação, o regime de lucro simples, muitas vezes se mostra a melhor opção para o pequeno empreendedor, mas isso não é uma regra. A depender do segmento, do tipo de produto e serviço vendido, bem como dos valores empreendidos, os regimes de lucro real e presumido podem ser a melhor alternativa.

Troca de tipo societário

Pode ocorrer da empresa começar a faturar mais ou menos do que nos meses anteriores, ou até mesmo sofrer reestruturações que motivem a alteração de seu tipo societário. Para realizar essa troca existe uma série de procedimentos que devem ser seguidos a risca para que não haja qualquer tipo de engano, que acarrete em irregularidades.

A migração é feita com base nas características do negócio, que serão avaliadas pelo contador a fim de que se possa identificar o melhor enquadramento da empresa. Nesse caso, é vale lembrar que as regras vivem mudando constantemente. Por isso, o mais indicado é a contratação de um profissional de confiança.

Fechamento da empresa

Infelizmente existem muitas dificuldades que levam o micro empreendedor a fechar o seu negócio. Isso pode se dar por uma infinidade de motivos, sendo que nem sempre o proprietário sabe como lidar com esse encerramento.

Para fazer o encerramento de uma micro empresa deve-se começar pela regularização de seus débitos, desde os tributários até os de caixa, funcionários, entre outros. Tudo isso pode ser feito pelo contador, que é o profissional que detém de maior experiência no assunto e certamente é a pessoa mais indicada para a realização dos cálculos de fechamento de empresa.

Além da parte financeira, existe uma série de formalidades que devem ser observada para que não fique nenhuma ponta solta. Entre as principais etapas destacam-se:

  • A baixa do CPNJ;
  • O pedido de encerramento na junta comercial;
  • A emissão do certificado de regularidade de FGTS;
  • O distrato social; entre outros procedimentos.

E então, a micro empresa precisa de contador?

Após todas as observações realizadas ao longo do artigo, é possível verificar a tamanha importância do profissional da área de contabilidade. Ele auxilia o empreendedor na tomada das decisões em todas as etapas pelas quais a empresa passa. Questões como abertura, troca de tipo societário, emissão de notas ficais, pagamento de impostos, e até mesmo em um eventual fechamento da empresa.

Outrossim, o contador também serve como um parceiro para que a empresa esteja sempre em situação de regularidade junto aos órgãos fiscalizadores de tributos. Servindo como elo entre o empresário e o fisco. Aspecto este, que é muito importante e vital para o sucesso de uma empresa.

Dessa forma, fica fácil perceber se a micro empresa precisa de contador. De fato ela pode funcionar sem um profissional dessa área, mas com certeza não é a opção mais interessante para as empresas que buscam se destacar no mercado.

Deixe seu Comentário