Empreendedorismo

12 ideias de negócios para mulheres empreendedoras

Mulheres empreendedoras

Nos últimos anos, o número de mulheres empreendedoras tem crescido em todos os segmentos do mercado, principalmente no de franquias.

Investir em um negócio próprio deve ser direcionado para o que realmente dê prazer em fazer. Confira estas ideias de negócios voltados para vários segmentos do mercado e escolha a melhor opção para montar o seu!

As mulheres e o mundo do trabalho

Não é novidade para ninguém que, por uma questão cultural, tanto no Brasil como em diversos outros países, a mulher não é tão valorizada profissionalmente quanto o homem.

Para se ter uma ideia, foi somente durante a Revolução Industrial que a mulher começou a ser inserida no mercado de trabalho.

Em nosso país, especificamente, as mulheres ganham mais espaço durante 1980, graças ao Movimento Sindical. Posteriormente, com a Constituição de 88, conquistaram a igualdade jurídica – em outras palavras, passaram a ser legalmente consideradas com os mesmos direitos que os indivíduos do sexo masculino.

As mulheres e o empreendedorismo

As mulheres sempre ocuparam cargos inferiores, raramente apareciam em cargos de liderança e, até hoje, muitas recebem salários menores que homens que ocupam o mesmo cargo.

Diante disso, o empreendedorismo feminino ganha cada vez mais força. As mulheres empreendedoras, afinal, estão conseguindo ganhar força no mercado, mostrando que a época de “homem trabalhar fora e mulher cuidar da casa e dos filhos” não existe mais.

Além de promover um importante debate acerca do feminismo e da presença feminina do segmento empresarial, o empreendedorismo das mulheres gera transformações importantes na sociedade, bem como na economia do país.

Um relatório do Sebrae mostra que, hoje, no Brasil, mais de 35% das empresas são de mulheres. Além disso, também foi observado que, no ano de 2018, cerca de 51% dos novos negócios criados no país pertenciam a mulheres.

Mesmo com todos os riscos e com a bagagem cultural desmotivadora, as mulheres estão cada vez mais fortes no mercado de trabalho. Veja, em seguida, 12 ótimas ideias de negócios para mulheres empreendedoras.

12 ideias bacanas de negócios para mulheres empreendedoras

1. Ramo alimentício

Se você tem um bom conhecimento de culinária, investir em alimentação pode ser muito lucrativo.

Abrir uma lanchonete ou um restaurante é uma boa opção para quem tem um capital um pouco maior. Para quem ainda não pode investir muito, uma boa ideia é começar com a venda de marmitex, congelados, mini tortas, molhos e massas caseiras, caldos, salgados e doces gourmet. Apesar de simples, o lucro é bem significativo.

Ainda dentro desse segmento, investir em alimentação saudável pode se tornar um negócio bem promissor. A nova tendência é a procura por uma alimentação balanceada, com a diminuição de carboidratos, sem lactose ou com os famosos “detox”. Então, pode apostar nas marmitas fitness!

2. Salão de beleza

Uma excelente ideia para mulheres empreendedoras é montar um salão de beleza que, além de cortes de cabelos, ofereça serviços de manicure e maquiagem.

Com um custo razoavelmente baixo, assim, o salão de beleza pode se tornar um negócio muito lucrativo, principalmente se você ficar sempre atualizada e seguir as tendências da moda.

3. Loja de cosméticos

A loja de cosméticos oferece todos os produtos para a beleza, tanto feminina quanto masculina. Mas, na maioria das vezes, o investimento inicial é um pouco alto por necessitar adquirir uma franquia. Em compensação, os lucros são muito atraentes.

Mulheres empreendedoras

4. Decoração de festas

Para mulheres empreendedoras com muita criatividade e imaginação, apostar na decoração de festas e eventos pode se tornar um negócio muito lucrativo e prazeroso. É possível transitar entre os mais variados eventos, desde organização de chás até festas de formatura.

5. Pet shop

Se você gosta da proximidade com os animais, abrir um pet shop é garantia de lucro e realização pessoal.

Além de alimentação, banho e tosa, medicação, roupas e brinquedos, procure oferecer hospedagem, serviço leva-e-traz e pronto atendimento veterinário.

6. Joias e semi-joias

Um dos primeiros investimentos feito pelas mulheres empreendedoras para terem a sua própria renda foi a venda de joias e bijuterias através de catálogos em consignação. Esse, até hoje, continua sendo um excelente negócio com baixo custo (ou às vezes custo zero).

Acessórios como pulseiras, brincos, colares e anéis poderão ser oferecidos de porta em porta, em casa, através de reuniões em casa de amigos ou sites na internet.

7. Consultoria

O ramo da consultoria abrange vários segmentos, desde assuntos empresariais até assuntos mais comuns ao universo feminino como moda, beleza e etiqueta, por exemplo.

Baseada em seus conhecimentos e dentro da área que mais domina, experimente montar sua própria empresa de consultoria.

8. Loja de lingerie

Mercado sempre em constante crescimento, com peças cada vez mais sofisticadas, apostar em uma loja de lingerie é um ótimo investimento.

Procure oferecer peças que seguem as tendências seguidas pelos europeus, principalmente pelos franceses.

9. Negócio online

Podemos encontrar inúmeros negócios online bem-sucedidos. Sem dúvida, analisar o que se gosta de fazer e o talento para cada um deles é o primeiro passo a ser dado.

Com custo extremamente baixo, cada vez mais mulheres estão criando blogs para compartilhar seus conhecimentos e, a partir disso, ganhar dinheiro com marketing de afiliados e Google AdSense.

10. Artesanato

Para mulheres empreendedoras habilidosas, detalhistas e criativas, o artesanato é um negócio amplo. Peças confeccionadas artesanalmente têm uma excelente aceitação no mercado e proporcionam ótimos rendimentos.

O mercado também é bastante amplo e é possível atuar com bijuterias, pinturas, bordados, rendas, roupas de vestuário e até lindíssimas biojoias.

11. Loja de acessórios para celulares

O mercado voltado para os acessórios para celulares está cada vez mais em alta. Assim, com uma variedade enorme de aparelhos e, a todo momento, modelos novos sendo lançados, a procura por acessórios é constante.

O investimento para esse tipo de negócio é bastante baixo tendo em vista o custo das peças para revenda. E outro detalhe bem importante que barateia o investimento é que o espaço físico para montar o negócio pode ser pequeno, não gerando gastos elevados com aluguel e contas de consumo.

12. Serviços para a web

Outra possibilidade bem interessante para as mulheres empreendedoras desenvolverem dentro de casa é a prestação de serviços que são feitos exclusivamente pela web. É o caso, por exemplo, de webdesigners, programadoras, redatoras, analistas de SEO e desenvolvedoras de softwares.

Deixe seu Comentário