Empreendedorismo

Nome fantasia para o MEI: veja como funciona

Nome fantasia para o MEI

Escolher o nome do novo negócio é um dos passos mais importantes para quem está empreendendo. É preciso considerar diversas informações sobre a empresa para que a escolha do nome seja feita corretamente. A seguir vamos te dar algumas dicas de como escolher o melhor nome fantasia para o MEI.

O empreendedor quando está abrindo um novo negócio, deverá passar obrigatoriamente pela etapa da escolha do nome fantasia. Fazer uma escolha errada de nome pode ser fatal para o empreendimento.

Por isso, é fundamental conhecer algumas dicas antes de escolher esse nome.

Informações importantes como tipo de serviço ou produto que a empresa oferece, idioma da marca, pronúncia da palavra e até o seu tamanho são fundamentais.

A decisão do nome fantasia para o MEI deve primeiramente despertar a curiosidade do seu público-alvo. Assim sendo, essas pessoas são levadas a consumir a marca mais assertivamente. Afinal de contas, um produto ou serviço não existe sem os seus consumidores.

O nome fantasia deve estar alinhado de maneira assertiva com as campanhas de marketing e propaganda. Essas estratégias vão contribuir para uma sobrevivência e também consolidação no mercado.

Diferente do nome civil empresarial, o nome fantasia não é obrigatório. A maioria dos empreendedores optam por um nome fantasia como estratégia de mercado. E pode acreditar, essa decisão é assertiva quando se fala em números e mercado. A seguir você vai conferir algumas dicas fundamentais e importantes para a escolher no nome fantasia para o MEI.

Entenda o que é o nome fantasia para o MEI

O nome fantasia para o MEI é o nome que o negócio será conhecido popularmente. É aquele nome que vai na fachada, na marca. É também conhecido como o nome comercial de um negócio, ele é diferente da razão social de uma empresa ou do nome jurídico de uma pessoa.

As empresas quando são criadas devem ter obrigatoriamente um nome de razão social, pois é ele que é usado em contratos com fornecedores, governos e outras instituições. Ele é considerado um nome muito importante, porém não precisa ter um apelo necessário para venda.

É justamente nesse quesito que mora as diferenças entre esses dois nomes. Enquanto o nome fantasia pode ter um apelo de marketing para aumentar as vendas dos produtos e serviços, o nome da razão social deve ser mais formal.

A escolha do nome fantasia para o MEI deve ter um resultado satisfatório para as ações de marketing e propaganda da marca. O Instituto Nacional de Propriedade Intelectual ou INPI é o órgão público responsável por fornecer informações de empresas registradas com marcas ou patentes.

Muitas pessoas não sabem disso, mas o registro da marca não é um procedimento obrigatório. Agora, quando esse registro é feito, a marca passa a ser incorporada no patrimônio total da empresa. Por conta disso é muito comum termos no mercado alguns nomes fantasia que valem muito mais do que os da razão social.

Por isso, não escolha o seu nome fantasia de qualquer jeito. Procure pensar muito bem sobre as ideias que teve, se combinam com o seu negócio e principalmente, como ele é aceito pelo público em geral. Esse nome é o que vai identificar a sua empresa no mercado, pense nisso! Escolher qualquer nome, pode não ser uma boa ideia.

Nome fantasia para o MEI

Dicas para escolher o melhor nome fantasia para o MEI

1 – A escolha do nome ideal

Diferente do que se possa pensar, o nome fantasia para o MEI mais adequado para o seu negócio é aquele fácil de ser pronunciado e entendido principalmente. Ele precisa ter um apelo e um elo entre o produto ou serviço oferecidos e seus consumidores.

Não escolha nomes difíceis de serem escritos, a grafia precisa ser simples, para que a busca na internet seja fácil. É importante deixar claro que não existe um nome ruim, existe apenas nomes com características não muito favoráveis para a memorização dos clientes e consumidores.

Uma dica bem legal é espalhar o nome que você escolheu para os seus parentes e amigos. Observe se ele é fácil de memorizar e principalmente se agrada os ouvidos deles.

Se o nome circular nos grupos da família e amigos, então, ponto para você!

Existem valores e atributos que devem ser transmitidos junto com o nome da sua empresa. Confiança, qualidade, conforto e agilidade por exemplo, são características ótimas se forem destacadas no nome.

2 – Dicas para a sua escolha

Criatividade e cautela são duas características que você deve ter no processo de escolha do nome fantasia para o MEI.

Tentar fazer uma associação engraçada do nome pode ser péssimo para a imagem da empresa, por exemplo. Isso resulta em associações completamente negativas ou impróprias para o comércio.

Existem alguns questionamentos que você pode fazer antes de escolher o nome da sua empresa. Veja a seguir alguns exemplos:

  • Que palavras fazem a ligação do seu público a marca?
  • Existem personagens, símbolos ou figuras que representam a marca? Quais são?
  • Existe algum termo que descreva o produto ou o serviço que você oferece?
  • Existe algum padrão de nome que os seus concorrentes estão usando? Quais são eles?

Combine palavras ou crie termos que destaquem a sua empresa. Você pode fazer isso juntando sílabas ou termos apenas. O importante é destacar determinadas características do seu negócio. Prefixos ou sufixos como slim, mini, fast, gran, veloz, big, log, time e infra são indicadores do caminho.

Fuja dos modismos, das palavras que podem ficar ultrapassadas com o tempo ou aquelas que copiam as marcas mais famosas.

Acredite, os nomes mais curtos, fáceis de serem repetidos e no idioma nativo são os que tem mais chances de emplacarem um sucesso entre os consumidores. Agora, se quiser utilizar nomes em outros idiomas, procure as palavras que possuem um conhecimento mais amplo do seu público.

3 – Registre a sua marca

Procure o INPI se quiser de fato registrar a sua marca, ele é o único órgão federal responsável pela realização desse tipo de serviço.

Assim que receber a confirmação de originalidade do nome fantasia para o MEI que você escolheu, o próximo passo é registrá-lo no INPI, para garantir que ele seja uma propriedade sua. Siga todas as nossas informações e tenha um negócio de sucesso.

Deixe seu Comentário