Contabilidade

O que é lucro líquido? Entenda aqui

O que é lucro líquido?

Com o mercado de empresas cada vez mais competitivo, é imprescindível que os empresários estejam sempre atentos aos lucros e despesas de um estabelecimento. Para obter resultados satisfatórios, é necessário que se tenha total noção da situação financeira da empresa, sem perder nenhum detalhe e entendendo de fato o que é lucro líquido do negócio.

O lucro líquido é uma forma de medir quanto uma empresa realmente recebe por seu trabalho, independente de qual for. Logo, é esse saldo que motiva as empresas ou funcionários à continuarem produzindo.

O que é Lucro líquido?

Quando existe uma diferença entre benefícios e custos, então essa diferença é conhecida por lucro. Em uma empresa, existem diversos custos, como: salário dos funcionários, fornecedores, impostos, aluguéis, etc. Dessa forma, para descobrir o lucro, é necessário subtrair as receitas dos custos. Ou seja:

Lucro = receita – custos e despesas

Logo, se o resultado termina por ser negativo, significa que o negócio não tem lucro.

Como funciona o Lucro Líquido?

Para uma empresa se manter de pé, é preciso ter capital social e manter o lucro saudável para que o sucesso financeiro da empresa seja certo. Além disso, é necessário controlar a produção, fornecedores, clientes, gastos, processos internos, entre muitas outras coisas. Por ser um acúmulo muito grande de funções e burocracias, é necessário uma grande dose de ânimo por parte dos proprietários para que se mantenham envolvidos.

A dose de ânimo para continuar com a empresa, se chama lucro. O lucro é o que retorna para a empresa após todos os serviços prestados, seria o seu “pagamento”. Para saber quanto de lucro a empresa obteve, é necessário medi-lo para fazer com que o mesmo se expanda. A forma de medição mais comum, é o lucro líquido.

No lucro líquido, são colocados em pauta todos os gastos da empresa, desde a matéria-prima de materiais, até profissionais. O objetivo do lucro líquido é saber quanto é gasto para manter a empresa funcionando e verificar as vantagens adquiridas com o esforço e o trabalho.

Um exemplo muito simples e fácil de entender, é: se uma empresa faturou 200 mil reais, mas precisou gastar 100 mil para repor estoque e pagar as contas e funcionários, logo, o que sobra é 100 mil reais, que é o lucro líquido. Logicamente, quem define o que é lucro e o que é prejuízo, é o proprietário. Para isso, é necessário analisar os concorrentes, setores, economia, etc.

O que é lucro líquido?

Lucro Líquido x Lucro Bruto

Independente de qual seja, os dois lucros são informações financeiras de suma importância, porém, refletem aspectos diferentes. O lucro líquido, é basicamente a receita total da empresa menos os custos totais. O lucro bruto, é a receita total menos os custos variáveis. Para melhor entendimento:

  • Lucro bruto = receita total – custos variáveis
  • Lucro líquido = receita total – custos totais

Para entender melhor, basta saber a diferença entre custos fixos e custos variáveis:

  • Custos fixos: aluguel da sala comercial ou imóvel, salário de funcionários, etc.
  • Custos variáveis: matéria-prima, energia elétrica que foi gasta a mais, etc.

Margem de Lucro Líquido

Ter conhecimento sobre o lucro líquido, é de suma importância para quem pretende investir em ações de empresas. Afinal, esse dado pode dar condições de calcular a margem de lucro líquido. Isso revela, não totalmente, qual é o tamanho do lucro em relação às despesas da empresa. É totalmente possível ter uma percepção entre o custo e o valor do produto.

Além disso, esses dados mostram se a empresa está com um sistema viável e a rentabilidade dentro dos níveis aceitáveis. Assim, os investidores e analistas têm como saber se a empresa é bem administrada ou se possui gastos descontrolados.

Qual o lucro líquido adequado para uma empresa?

Não há como saber exatamente a porcentagem é considerada ideal para todas as empresas. Isso dependerá da área que em atua. As empresas varejistas, por exemplo, contam como uma margem de lucro mais baixa e tranquila de ser atingida. Em contra partida, as empresas de transmissão de energia, possuem altíssimas margens para serem alcançadas.

Geralmente, entre as empresas fazem parte do mesmo segmento, a margem líquida pode ser a mesma. Isso simboliza uma imensa competitividade, pois pode mostrar que é um mercado que agrega valor e oferece produtos ou serviços por um valor elevado. Ao mesmo tempo, mantém o custo de produção mais baixo.

As empresas que geralmente trabalham com margens mais altas, indicam um monopólio ou até mesmo um oligopólio.

Lucro x Faturamento

Muitas pessoas confundem o lucro líquido com o faturamento da empresa. O faturamento da empresa é o valor que é obtido por meio de vendas ou serviços, ou seja, é o dinheiro que entra no caixa. Isso significa que o lucro líquido e faturamento são coisas totalmente distintas.

O faturamento deve ser sempre apresentado aos órgãos que são responsáveis pela fiscalização. Esses órgão que possuem a responsabilidade da fiscalização e tributos, são os responsáveis por dominar o faturamento das empresas como receita bruta.

Nem sempre um alto faturamento significará sucesso e lucro para uma empresa. Justamente por isso, é importante que os proprietários, junto com a equipe financeira, tenham total conhecimento sobre os gastos fixos e os gastos variáveis. Dessa forma, no fim do mês, é possível que o faturamento seja suficiente para pagar as contas e ainda obter o lucro (que é o dinheiro que sobra depois de arcar com as despesas).

É muito importante que, para conseguir um lucro líquido satisfatório, a empresa tenha um planejamento financeiro assertivo. Além disso, é importante criar melhorias na produtividade e total controle nas despesas operacionais.

Além disso, é importante sempre calcular o lucro. Dessa forma, é possível que uma empresa tenha uma ideia mais clara do valor que deve vender os produtos ou serviços, e também do quanto é necessário obter de retorno.

Importância dos cálculos corretos

Independente do empreendimento, o lucro sempre é o responsável por garantir a sobrevivência e a fluidez de um negócio. Para não se perder em contas, é necessário acompanhar sempre de perto a gestão financeira da empresa.

Mesmo que desagradável, é uma ótima forma de compreender os gastos e ter uma melhor noção de como está o andamento do negócio, além de haver a possibilidade de traçar com mais clareza um plano financeiro sabendo exatamente o que é lucro líquido.

Deixe seu Comentário