Curiosidades

Quanto cobrar por um produto?

Quanto cobrar por um produto

Quem está começando o próprio negócio já sabe que uma das maiores dúvidas de quem quer empreender e lucra muito é o famoso questionamento “quanto cobrar por um produto?”. Isso porque apesar de o que possa parecer, é necessário levar em consideração uma série de aspectos para não sair no prejuízo.

Antes de qualquer coisa, o primeiro passo para quem quer saber quanto cobrar por um produto é descobrir o custo que terá para produzir a mercadoria ou o serviço em questão. Feito isso, o próximo passo é analisar todo esse cenário de produção e, em seguida, definir qual será o valor cobrado.

Mas atenção: esse é um momento muito importante nos negócios, já que essa é uma escolha que pode garantir o sucesso ou o fracasso da sua empresa, uma vez que ao cobrar o valor incorreto, você poderá ter grandes perdas ou um grande prejuízo.

Dito isso, hoje separamos algumas dicas para te ajudar a descobrir quanto cobrar por um produto ou serviço prestado e para que, dessa forma, você consiga obter muito sucesso no seu empreendimento. Confira! 😉

Preço de venda

É conhecido pelo termo “preço de venda” o valor final que você cobrará dos seus futuros clientes. Este valor deve ser cuidadosamente pensando, já que ele deve cobrir todos os seus custos de compras, produção e demais despesas que envolvam essa criação. Além do seu lucro, obviamente.

No entanto, é importante uma atenção redobrada nesse momento para que você não cobre demais ou de menos, pois somente o valor correto te colocará na concorrência e te ajudará a conquistar (e até fidelizar) os seus clientes.

Confira abaixo alguns aspectos que devem ser pensados e somados na hora de decidir quanto cobrar por um produto ou serviço (formação do preço de venda):

Valor pago aos seus fornecedores (custos)

+

Despesas de vendas e administrativas

+

Lucro viável para cada serviço ou produto

=

Preço da venda

Apesar de existirem alguns outros modelos que podem te ajudar na formação do preço de venda, hoje resolvemos abordar apenas o modelo mais simples e genérico, já que ele pode ser aplicado em qualquer tipo de negócio.

Quanto cobrar por um serviço?

Diferentemente de alguns negócios que comercializam exclusivamente produtos, empresas prestadoras de serviço apresentam um investimento muito maior em mão de obra, obviamente.

Por exemplo, imagine uma empresa de programação que trabalhe com venda de ferramentas online, como sites ou qualquer ou tipo de plataforma online. Agora imagine que essa empresa apresente um custo de 6 mil reais com seus profissionais e mais 2 mil reais com custos fixos (água, luz, locação, entre outros), custos com comissão, com impostos, etc. Além disso, ainda considere que a margem de lucro definida seja de R$1800,00 (ou 30% sobre os Custos).

Levando em consideração todos esses aspectos, o preço de venda desse serviço deve ser de R$ 9800,00. Esse valor será satisfatório para cobrir todos os custos envolvidos na criação do projeto, e ainda garante uma margem de lucro de 30%.

Quanto cobrar por um produto?

Como mencionado, para descobrir quanto cobrar por um produto é necessário levar em consideração todo o custo envolvido na produção dessa mercadoria.

Peguemos como exemplo uma lanchonete que venda hambúrguer artesanal. Agora imagine que nessa lanchonete, para produzir uma unidade de hambúrguer, o chef precisa comprar alguns ingredientes que, somados, custam R$10,00 e que ainda tenha um custo de R$ 5,00 com custos fixos (água, luz, locação, impostos, entre outros). Além disso, ainda considere que a margem de lucro definida seja de R$5,00 (ou 50% sobre os Custos).

Levando em consideração todos esses aspectos, o preço de venda desse produto deve ser de R$ 20,00. Esse valor será satisfatório para cobrir todos os custos envolvidos na criação do produto, e ainda garante uma margem de lucro de 30%.

A nossa dica para você que chegou na fase de se questionar quanto cobrar por um produto, é: após calcular todos os custos que envolvem a criação da sua mercadoria e chegar a um valor para venda, compare-o aos valores de seus concorrentes, pois isso te ajudará a ter uma melhor noção se a sua empresa está cobrando muito caro ou muito barato pelo produto ou serviço.

Outra dica é: atente-se sempre à qualidade do seu produto, pois um produto de boa qualidade se destaca (e muito) dentre a concorrência.

Artigos relacionados:

Deixe seu Comentário