Empreendedorismo

Como abrir uma empresa?

Como abrir uma empresa?

Ter a própria empresa é o sonho de muitos brasileiros, e muitos nem sabem que podem realizar esse desejo sem ter que gastar muito, a maior dificuldade para abrir uma empresa é justamente saber como fazer.

A parte burocrática é complicada e extensa, além de ter que se arriscar investindo em seu sonho, que pode não dar certo e lhe deixar em uma situação complicada financeiramente. Muitas das novas empresas, que abrem no Brasil todos os dias acabam falindo logo de cara.

Mas, ter a chance de realizar um sonho e não fazer, costuma ser algo que fará você se arrepender por toda sua vida. Por isso, é importante seguir em frente, e seguindo nossos conselhos você conseguirá fazer uma projeção empírica se o seu projeto dará certo ou não. Assim, evitando que invista, em projetos sem grandes expectativas de lucro.

Quando uma pessoa está disposta a criar uma empresa, ela tem que estar preparada para seguir uma grande quantidade de passos, para no fim conseguir abri-la. É um longo processo desde o projeto, adquirir o espaço físico, registrar a marca, etc. Nesse texto iremos ensinar os principais passos para abrir uma empresa.

Como abrir uma empresa – planejamento

Muitas pessoas pensam em se livrar dos patrões, e para isso elas querem abrir as suas próprias empresas. Mas, só com isso em mente uma empresa não daria certo, para abrir uma é necessário um longo planejamento, para que você não pegue muitos empréstimos em bancos e acabe ficando refém de um novo chefe, os bancos.

Antes de adentrar ao ramo de atuação do negócio, é necessário possuir um bom conhecimento da área, para obter isso é necessário fazer analises, que podem ser feitas pela pessoa ou por uma empresa especializada, isso é o que chamamos de estudo de mercado.

Outra parte importante é o Plano de Negócios, com ele é possível atestar a viabilidade econômica do negócio, fazendo com que você possa investir com mais segurança ou conseguir até mesmo financiamentos bancários com mais facilidade.

Espaço Físico

Na hora de definir a sua sede, é necessário averiguar qual o tamanho do local que o seu estabelecimento irá precisar, se é o tamanho de um apartamento ou de um galpão, dependendo do seu empreendimento, diferentes tamanhos de locais serão necessários para abriga-lo.

Outra questão é se você irá comprar ou alugar o local, e quanto pode pagar, tudo isso precisa ser calculado, se vale mais apena alugar um local ou compra-lo a vista ou até mesmo parcelado, dependendo o seu aluguel, com a quantia que estaria pagando, poderia estar financiando a compra do imóvel.

A localização também é importante de se averiguar, empresas que precisam vender diretamente para pessoas, como mercados ou farmácias, necessitam ficar em boa localização, dando preferência a locais mais movimentados, normalmente o que chamam de centro da cidade. Já empresas que vão produzir em longa escala como metalúrgicas, podem ficar em locais mais distantes, que costumam ser mais baratos e possuem maior espaço para construir.

Burocracia

O primeiro passo é elaborar um contrato social, que funciona semelhante a uma certidão de nascimento para empresa. É nele que está determinado o tipo da empresa, podendo ela ser sociedade simples, sociedade anônima, microempreendedor individual, entre outras.

Além disso, também está descrito quais serão suas atividades e o seu funcionamento. O método mais simples para realizar essa parte é contratar um contador, para que ele possa avaliar e fazer de maneira adequada. Para ser validado o contrato social precisa ter a assinatura de um advogado.

Após ter o contrato pronto, o próximo passo é o registro na Junta Comercial, ele é feito para tornar a empresa oficial. Em seguida você faz o requerimento do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica, mais conhecido como CNPJ. O pedido é feito em lugares diferentes, dependendo do local em que você mora, em alguns estados você pode fazer o pedido na própria Junta Comercial, em outros o pedido deve ser feito no site da Receita Federal. Quando for fazer esse pedido é importante que você já tenha averiguado se o nome da sua empresa (razão social), está disponível, ou se é utilizada por outro estabelecimento.

Em seguida, é necessário a obtenção do Alvará de Funcionamento da empresa, esse documento é feito na prefeitura da sua cidade, ou pelo responsável pela administração regional. Dependendo do seu tipo de estabelecimento, você também irá necessitar conseguir a autorização dos bombeiros ou da vigilância sanitária, devido a sua área de negócio.

Empresas que realizem atividades de comércio, transporte, indústria, energia ou comunicação, precisam obter a inscrição estadual junto a Secretaria Estadual da Fazenda. Já empresas de serviços precisam solicitar a inscrição municipal na Junta Comercial.

Erros que devem ser evitados

O principal problema em muitas empresas é a falta de planejamento, muito empresários acabam falindo por cometerem um erro básico, logo que vão abrir um negócio, eles adquirem grandes empréstimos a juros altos e acabam não conseguido pagar. É importante ver se é necessário pegar dinheiro emprestado para investir na empresa ou esperar ter lucro, para ter certeza da viabilidade do negócio. Caso, o empréstimo seja necessário é importante pesquisar, qual banco possui menor taxa de juro ou maior prazo para pagar.

Outro ponto especial para se dar atenção, é o famoso fluxo de caixa, que consiste no dinheiro que entra e sai do seu negócio. É necessário possuir um controle minucioso sobre isso, pois com ele é possível equilibrar as suas finanças, tendo todos os detalhes de quem lhe deve, e para quem você está devendo. Assim podendo fazer ajustes.

É necessário cuidar muito bem do estoque, deve-se ter um bom conhecimento de quanto estoque é necessário, para evitar ter demais ou de menos, o estoque é o que vai te dar lucro, quando for vendido. Porém, se você tiver um excesso de estoque acabará tendo muitos custos, para fazer sua manutenção.

Administrar usando apenas papeis, pode ser muito complicado, pois eles rasgam, estragam ou se perdem. Por isso, utilizar softwares online torna tudo muito mais fácil, como fazer as contas dos gastos diários, ou o lucro a curto e médio prazo.

Deixe seu Comentário