Tipos de negócios

Produtos da China para revender no Brasil

Produtos da China para revender no Brasil

Você já pensou no ramo de produtos da China para revender no Brasil? Esse pode ser um negócio rentável em 2020 e que vale a pena o investimento. Afinal, pouco investimento e muito lucro acompanha a revenda de produtos chineses.

Uma vez que o comércio é uma ótima forma de gerar renda, começar uma loja de revenda de produtos chineses pode ser a solução. Isso não significa que você deve abrir uma franquia de alguma loja. Na verdade, você pode começar a sua própria loja e completamente do zero.

Dessa maneira, você se torna dono do seu próprio negócio e dos lucros que advém disso. Além disso, você também pode começar com um investimento menor se não optar por utilizar de uma franquia para começar o seu negócio. Isso porque você economiza com aluguel e funcionários inicialmente.

Portanto, confira agora como começar a investir em produtos da China para revender no Brasil! Não leva nem cinco minutos e você não irá se arrepender da leitura.

Por que investir em produtos da China para revender no Brasil?

A princípio, você deve estar se perguntando se vale a pena investir em produtos da China para revender no Brasil, certo? Afinal, com uma localização tão distante e um tempo de espera enorme, talvez não valha a pena investir nesse negócio. Por outro lado, com um planejamento bem elaborado, você percebe que a demora não é tão longa assim.

É preciso considerar que os produtos chineses são muito baratos. Mesmo aqueles que existem aqui, são sempre muito caros para a nossa moeda. Claro que isso depende dos impostos e tudo mais, mas isso poderia dificultar o seu negócio.

Logo, a ideia é investir em produtos que geralmente não são taxados quando chegam pelos navios. Ou seja, dos produtos da China para revender no Brasil, evite eletrônicos e roupas, porque as chances de parar ao tentar entrar no país são enormes.

Dessa forma, vale a pena investir em produtos práticos para cozinha e itens de papelaria. Além disso, você pode analisar outros produtos para revenda e ver se vale a pena a importação.

Como a China tem diversos sites de venda de produtos, você precisa escolher o melhor e bem avaliado para fazer a importação. Comprando em grandes quantidades, mas sem exagerar para evitar as altas taxas, você garante um bom estoque.

Além do mais, você também garante que sem as taxas e projetando 100% de lucro, você não sai perdendo dinheiro. Em seguida, basta avaliar como os produtos saem para saber quando pedir uma nova leva, uma vez que os navios levam cerca de três meses para chegar ao Brasil.

Com essa ótima margem de lucro e um bom planejamento para investir nos produtos da China para revender no Brasil, não tem porque você desistir dessa ideia. Pesquise e comprove o que vale a pena para o seu negócio.

Produtos da China para revender no Brasil

Como iniciar as vendas de produtos da China para revender no Brasil

Se você decidir em investir em produtos da China para revender no Brasil, precisa saber por onde começar. Principalmente se você não está investindo em uma franquia. Dessa maneira, você primeiro precisa ter as licenças necessárias para fazer a venda de produtos.

Logo, comece a decidir qual será o seu ramo de vendas. Supondo, por exemplo, que você decida começar com a papelaria, comece a pesquisar a documentação necessária para a venda. A melhor forma é garantir o MEI para que você consiga cuidar do próprio negócio legalmente sem problemas.

Depois de decidir o ramo, pesquise quais são as tendências de mercado. Se for na papelaria, é bom ver quais são as cores em alta, quais são os produtos mais procurados e quais podem inovar. Para ser um bom empreendedor, você precisa ter espírito de líder e ser inovador.

É preciso, portanto, ter ousadia para mudar e arriscar. Dessa maneira, não adianta de nada ficar preso em padrões antigos ou seguir o mercado a risca. Você deve ter a sua própria assinatura nisso tudo para fazer a diferença, mesmo que seja trabalhando com produtos da China para revender no Brasil.

Definir o público alvo também é importante, porque a divulgação depende de como as pessoas encaram as propagandas. Então, não adianta escolher montar uma papelaria e investir em um público que não é estudante, por exemplo.

Se possível, pesquisar sobre pequenas noções de marketing será ótimo para o sucesso do seu negócio. Além do mais, também é preciso aprender a lidar com clientes da melhor maneira possível e dentro da lei. Nada de tentar enganar alguém e nem se deixar enganar.

Por último, seja fiel aos seus negócios. Evite vender fiado ou dar descontos sempre que alguém pedir. Isso porque é você quem lida com as despesas do seu negócio.

Em que meio começar

Depois de definir o seu ramo, de onde serão os pedidos e verificar que os produtos estão em bom estável, é preciso decidir como vender. A antiga técnica do boca a boca ainda é muito boa, mas o público é menor. Isso porque a crescente tecnologia ajuda a abranger mais pessoas e ter um maior lucro.

Começar com uma loja virtual em um site ou até mesmo no Instagram pode ser uma ótima ideia para começar a vender produtos da China para revender no Brasil. Afinal, é gratuito para começar e com a propaganda certa você tem um alcance maior.

Mas não esqueça do boca a boca também, porque isso constrói uma base sólida de clientes ao seu redor. Com o apoio de amigos e familiares, fica mais fácil investir nesse tipo de negócio. Com a loja virtual, você também garante que os comentários te ajudem positivamente nas vendas.

Além disso, você também passa a conhecer melhor as tendências através da internet e do que seu público alvo precisa. Em seguida, fica muito fácil compreender o que é necessário para expandir o negócio.

No entanto, se você optar por iniciar apenas de maneira física a venda de produtos da China para revender no Brasil, é preciso analisar o local. Portanto, comece em pequenos shoppings e galerias para começar a sua base de clientes. Também é bom fazer parcerias com outras lojas para que fique mais fácil a revenda dos produtos.

Deixe seu Comentário